Início » Nossa Senhora e Santos » Nossa Senhora do Guadalupe – A história, milagres e curiosidades da Santa

Nossa Senhora do Guadalupe – A história, milagres e curiosidades da Santa

Considerada a Padroeira das Américas, no dia 12 de dezembro se comemora na Igreja Católica o dia de Nossa Senhora de Guadalupe, conhecida também como Virgem de Guadalupe. No dia de 9 de dezembro de 1531 a santa apareceu a Juan Diego, um indígena de 57 anos. Mesmo em época de inverno, a virgem pediu a Juan que recolhesse em seu manto, rosas de Castilla que haviam florescido e entregasse ao Arcebispo do México, Dom Juan de Zumárraga como prova de sua presença. Assim que Juan desdobrou seu manto com rosas ao Arcebispo, sobre ela estava à imagem da santa.

Juan Diego, com singeleza levou o recado de Nossa Senhora a autoridade da Igreja Católica. Por ser um tema muito delicado, o bispo local, ouviu o relato, porém não o atendeu de prontidão. Com tristeza Juan Diego procurou novamente no monte por Nossa Senhora e lhe implorou que pedisse para alguém mais importante (segundo sua visão) procurasse o sacerdote. Nossa Senhora o acalentou.

Poucos dias depois, Juan Diego procurava por um padre para aplicar o Sacramento da Confissão em seu debilitado tio. Tentou se esquivar do monte e evitar a presença de Nossa Senhora. Porém em nova aparição, a Virgem lhe deu uma nova missão: ir ao alto da colina e recolher flores variadas e levá-las ao Bispo. Antes da partida do índio, Nossa Senhora o tranquilizou sobre a saúde de seu tio. Ao chegar ao local indicado, Juan encontrou as flores mais lindas e vistosas, algo praticamente impossível pelas condições do solo e do clima do lugar que é muito frio.

Comovido com o que viu, recolheu as flores e as embalou em um manto. Ao levar as flores ao Bispo, Juan Diego materializou para o Sacerdote um dos grandes milagres da fé de todos os tempos. O simples manto tinha a imagem de Nossa Senhora de Guadalupe estampada.

12 de Dezembro – Comemoração da NS. De Guadalupe

A data de 12 de dezembro foi o marco desse mistério de fé e é o dia dedicado a Nossa Senhora de Guadalupe, desde então a santa é considerada a Padroeira da America Latina e a relação de afeto do povo latino por sua figura a consagraram como a santa mais popular das Américas.

Em 1979, o Papa João Paulo II realizou a consagração de Nossa Senhora de Guadalupe como Padroeira da América Latina. Seu santuário hoje é o principal Templo da Igreja no Continente Americano. A oração de Nossa Senhora de Guadalupe é forte, delicada e muito bonita. Possui uma mensagem divina aos fiéis, em defesa da vida, do amor, humildade, das almas e a serviço de Deus.

O significado da vestimenta da Santa

O manto de Nossa Senhora de Guadalupe é feito de fibras de cacto e a superfície onde se encontra a imagem é suave como seda, intrigando a ciência, pois a afirmam que não se trata de uma pintura, por não apresentar elementos ou traços. A imagem possui qualidades que humanamente são impossíveis de replicar e características de um corpo humano. Seu tecido encontra-se com quase 500 anos de duração, completamente intacto e com a mesma textura.

Os símbolos contidos na imagem dialogam com a humanidade, os detalhes do manto como o cabelo solto da virgem, é um símbolo asteca para a castidade. As mãos, com tons de cor de pele diferente mostram a união de raças, as estrelas e os raios simbolizam constelações e o brilho do sol, que na cultura asteca tem significado importante. A cor azul do manto representa o céu e as estrelas. Os olhos da Virgem mostram como se fossem de olhos humanos e suas mãos trazem mensagem para o mundo. Por último o anjo, que simboliza o céu e a terra como um só.

A manta onde está gravada a imagem da santa é o símbolo religioso e cultural mais popular do México. Durante a rebelião contra a Espanha a imagem se tornou o chamado das tropas mexicanas para a batalha. O fato de a aparição ter acontecido ali mesmo naquele país infundia nos soldados patriotismo e sentimento de pertencimento àquela terra.

A festa de N. Senhora do Guadalupe também é considerada a maior de todas na América Latina. Nas procissões, que acontecem na véspera do dia da santa, milhões de pessoas vão às ruas no que se torna um espetáculo que retrata perfeitamente a riqueza do povo mexicano, miscigenado assim como a imagem da sagrada Guadalupe, cheio de cor, alegria, esperança e principalmente fé.

O romancista Carlos Fuentes uma vez escreveu “Você não pode ser considerado um verdadeiro mexicano se não acredita na Virgem de Guadalupe” e o povo daquele país leva isso muito a sério, comenta o escritor.

Os milagres da N.S de Guadalupe

Um fato curioso é que no ano de 2001, a NASA ajudou o engenheiro peruano, José Aste Tosnmman com resultados de um estudo de 20 anos. A pesquisa ampliou os olhos da santa em até 2,500 vezes, com isso era possível ver o rosto de 13 pessoas no olho da santa, sendo elas crianças, mulheres, o Bispo e o próprio índio Juan Diego.

Os mais céticos podem duvidar das histórias relacionadas à Santa, porém a imagem de Nossa Senhora de Guadalupe permanece ainda intacta no frágil tecido por mais de 400 anos. A mesma imagem por volta de 1971, ao ser examinada por peritos, sofreu um acidente com acido nítrico. O elemento altamente corrosivo não danificou o tecido.

Outros mistérios foram descobertos com o advento da tecnologia. Com a ampliação da imagem pode-se ver nos olhos da virgem as figuras do Juan Diego, do Bispo e do intérprete da conversa do indígena com o sacerdote em 1531.

O que aconteceu com São Juan Diego?

O indígena Juan Diego foi canonizado em 2002, pelo Papa João Paulo II. São Juan Diego é considerado um exemplo de obediência, caridade e persistência. O dia dedicado a ele é 9 de dezembro,data de sua primeira visão de Nossa Senhora de Guadalupe

Comente