Início » Vida Cristã » Dizimo – Como é o certo – Devo dar o dizimo? Dicas e mais

Dizimo – Como é o certo – Devo dar o dizimo? Dicas e mais

A palavra dízimo gera muitas dúvidas entre os cristãos, no entanto, é importante dizer que ela não é uma menção nova, mas sim, de milhares anos atrás. A citação é originária da palavra Hebraica “Malaser” e também, da palavra Grega “Dekate” que significa “Um décimo”.

Um décimo indica a quantia de 10%. No antigo testamento, os levitas como líderes espirituais cuidavam dos serviço do santuário com  o dízimo ( Números 18:21) e no novo testamento, os valores arrecadados serviam para manter os pregadores do evangelho (1 Coríntios 9:14).

O que é o dízimo e oferta?

O dízimo significa 10% dos ganhos de uma pessoa, é uma forma de reconhecer de que tudo o que conseguimos vem do Senhor. De certa forma, estamos devolvendo uma pequena quantia para que seja empregado na obra do Deus.

Esse é um jeito de expressar a gratidão e também de quebrar os paradigmas do amor ao dinheiro nas nossas vidas.

Deus não precisa do nosso dinheiro, afinal, ele é dono de todas as coisas. Mas, essa ação serve para nos moldar como seres humanos e nos fazer pessoas melhores.

Por isso, existem citações importantes na bíblia sobre isso, uma delas é:

” Há quem dê generosamente,
e vê aumentar suas riquezas;
outros retêm o que deveriam dar,
e caem na pobreza”.

(Provérbios: 11:24-26)

Diferentemente do dízimo, a “oferta” se trata de algo que se consegue dar com alegria, sem a obrigação.

Ou seja, a oferta  é algo além que alguém pode ofertar a Deus, pois para ele, o importante é que essa doação seja de coração, o Senhor ama essa iniciativa ( 2 Coríntios 9:7).

O que a bíblia fala sobre o dízimo?

Existem muitos versículos da bíblia que falam do dízimo, neles, o Senhor deixa claro que todos os homens devem retribuir os seus ganhos devolvendo uma pequena porcentagem a Deus.

Em uma das citações, Malaquias 3:8 – 10, o Senhor diz:

” Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas.
Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação.
Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes”.

Os dízimos e ofertas são dados para manter a Casa do Senhor, dessa forma, a sua palavra terá um alcance maior, afinal, diariamente, muitas vidas são salvas através do amor de Deus.

Sem recursos para manter as igrejas e seus missionários, a palavra de Deus cai no esquecimento e certamente, muitas vidas deixarão de alcançar a graça e a vida eterna. Os recursos do dízimo servem para a manutenção da igreja, pagamento de suas despesas, organização de eventos, trabalho social e outros custos.

Outras citações da Bíblia sobre o dízimo são:

“Todos os dízimos da terra – seja dos cereais, seja das frutas – pertencem ao Senhor; são consagrados ao Senhor”. ( levítico 27:30).

“Em tudo o que fiz, mostrei a vocês que mediante trabalho árduo devemos ajudar os fracos, lembrando as palavras do próprio Senhor Jesus, que disse: ‘Há maior felicidade em dar do que em receber “. ( Atos dos Apóstolos 20:35).

” Honra ao Senhor com os teus bens, e com a primeira parte de todos os teus ganhos;
E se encherão os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares”.

( Provérbios 3:9.10).

A palavra DÍZIMO está escrita na bíblia 32 vezes só no Antigo Testamento, elas estão localizadas em 25 versículos.

No Novo Testamento, a palavra aparece 8 vezes em 7 versículos. A diferença dos números é dada pelas traduções diferentes dos testamentos.

Por que devemos dar o dízimo?

O Dízimo é importante para o crescimento da obra do Senhor, não só do ponto de vista religioso, mas também, na manutenção do voluntariado e a busca por uma vida espiritual que ajude outras pessoas a alcançarem a graça e a vida eterna.

Uma vida sem a fé em Deus pode tornar o mundo um lugar muito pior para se viver, ademais, os cristãos sabem que tudo que o que tem, vem do Senhor, e com o dízimo, é possível demonstrar essa gratidão.

A terra e todos que nela habitam são do Senhor e é sabido que o dízimo também é dele, por isso, não dar o dízimo é uma desobediência a Deus.

De uma forma resumida, devemos dar o dízimo pelas seguintes razões:

  • Reconhecimento que tudo o que tens, vem de Deus ( Daniel 4:17b);
  • O Dízimo pertence a Deus ( Levítico 27:31 a);
  • Dízimo é destinado a obra de Deus ( Malaquias 3:10);
  • Desobedecer a Deus não é um bom negócio ( Malaquias 3:9);
  • Contribuir com o dízimo e oferta é uma ordem de Deus ( Mateus 23:23);

Dar o dízimo é uma decisão de cada pessoa, pois existe o livre arbítrio, no entanto, isso não muda as ordens de Deus.

“Lembrem-se: aquele que semeia pouco também colherá pouco, e aquele que semeia com fartura também colherá fartamente. Cada um dê conforme determinou em seu coração, não com pesar ou por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria.” (2 Coríntios 9:6-7)

Comente